Onde comer em Buenos Aires

Onde comer em Buenos Aires

Pratos consistentes, gostosos e saborosos. A gastronomia argentina se diferencia da do resto da América Latina por manter seu estilo crioulo e indígena ao mesmo tempo que mostra uma grande influência da gastronomia europeia, especialmente da cozinha italiana e da espanhola.

A Argentina é um dos principais produtores agrícolas do planeta e sua grande produção de carne de vaca de qualidade faz com que seja a mais consumida, chegando a um consumo de 100 quilos de carne de vaca por pessoa por ano. 

Pratos típicos

  • Assado: Um dos pratos mais típicos do país, que consiste em um churrasco de vitela, cordeiro ou cabrito. 
  • Empanadas: As “empanadillas” argentinas não têm nada a ver com a de outros lugares e você não pode deixar de prová-la. 
  • Chimichurri: Molho típico de sabor intenso que costuma acompanhar as carnes.
  • Puchero: Refogado à base de carnes e vegetais. 
  • Milanesa: : Bife de vaca empanado e frito. 
  • Churrasco: Corte de carne similar ao “bife”, um contrafilé que costuma ser de vitela e que é servido acompanhado de batata frita ou salada. 
  • Locro: Refogado preparado à base de mandioca que pode incluir carne de vaca e vísceras. 
  • Fainá: Prato feito à base de farinha de grão de bico, água, azeite de oliva, sal e pimenta. 
  • Mondongo: Prato preparado à base das vísceras de diferentes animais. 
  • Buseca: Prato refogado preparado com bucho, linguiça e feijão branco.
  • Matambre: Corte de vaca situado entre a pele e a costela que costuma ser fervido.
  • Salsa criolla: Molho usado para curtir carnes vermelhas ou o assado. 
  • Pebete: Lanche de presunto e queijo com maionese. 
  • Choripán: Chouriço com pão que pode ser acompanhado de chimichurri.
  • Sándwich de miga: Lanche com uma camada de gordura animal que costuma ter presunto e queijo, embora existam outras variedades. 
  • Pan lactal: Pão de fôrma feito com leite. 
  • Panqueque: Panqueca que costuma ir acompanhada de doce de leite.
  • Torta frita: Espécie de massa de pastel feita com massa de pão e que pode ser acompanhada por doce de marmelada ou doce de leite. 
  • Pastelitos criollos: Massa folhada crocante recheada de marmelada ou doce de batata. 
  • Chancaca: Suco de cana de açúcar desidratada e solidificada.
  • Doce de batata: Geleia doce de cor escura. O chamado “postre vigilante” inclui um pedaço de queijo e um pouco do doce de batata. 
  • Doce de leite: Doce preparado à base de leite caramelizado.
  • Alfajor Doce típico argentino que inclui duas ou mais camadas de bolacha com doce de leite entre elas. 
  • Medialuna: Croissant.
  • Bolas de fraile: Bola de massa doce frita recheada de doce de leite, marmelada ou creme pasteleiro. 
  • Pastafrola: Torta de massa coberta com marmelada, doce de batata ou doce de leite. 

O mate

Se há uma bebida característica do território argentino, essa bebida é o mate. Trata-se de uma infusão preparada com a erva mate, que pode ter açúcar ou casca de laranja e limão para lhe dar sabor. Assim como o café e o chá, o mate é uma substância estimulante.

O mate é muito mais que uma bebida para os argentinos, já que representa um símbolo de confiança, amizade e intimidade entre as pessoas que compartilham a tradicional e saborosa infusão. É muito comum encontrar os argentinos com uma grande garrafa térmica debaixo do braço e um mate (recipiente onde se bebe o mate) passeando pela rua.

Melhores zonas para comer

Encontrar um lugar para comer em Buenos Aires não costuma ser um problema, já que os argentinos gostam de comer bem e é fácil encontrar tradicionais parrillas para comer a deliciosa carne argentina, além de uma grande quantidade de pizzarias espalhadas pela cidade.

Algumas das zonas mais recomendadas para comer são Puerto Madero, uma zona um pouco mais cara, mas muito agradável; e a animada Plaza Serrano (Plaza Cortázar), localizada no coração de Palermo Soho

Horários

Os horários das refeições dos portenhos são variados: o café da manhã costuma ser servido entre as 7 e as 10 da manhã e os bares costumam ter ofertas de café e croissants para o café da manhã e da tarde.

O almoço começa a ser servido a partir das 12:30 e o horário do jantar costuma começar às 20:30, embora seja possível encontrar as cozinhas dos restaurantes abertas até muito tarde.