Microcentro

Conhecido como Microcentro, o centro financeiro de Buenos Aires é considerado pelos portenhos um dos bairros da cidade, apesar de não ser reconhecido oficialmente como tal.

A zona é formada por uma área de aproximadamente 60 quarteirões que estão repletos de escritórios, comércios e bancos. É limitado pela Avenida Córdoba e a Avenida de Mayo.

Apesar de ser o bairro mais central de Buenos Aires, no Microcentro praticamente não há moradores, já que a maior parte das construções são escritórios. Calcula-se que cerca de 4 milhões de pessoas trabalhem nessa área, que costuma ser bastante cheia durante o horário comercial.

Repleto de lugares interessantes

O cêntrico bairro de Microcentro é uma zona muito frequentada pelos turistas devido às suas atrações. Entre os lugares que podem ser visitados no bairro estão a Plaza de Mayo, a Manzana de las Luces, a Igreja de San Ignacio de Loyola e o Museu da Cidade.

Para passear pela região é melhor ir durante o dia, já que à noite fica muito vazia.

Transporte

Metrô (Subte): Plaza de Mayo, linha A; Bolívar, linha E e Catedral, linha D.

Lugares próximos

Museu da Cidade (253 m)
Manzana de las Luces (442 m)
Puerto Madero (508 m)
Fragata Sarmiento (552 m)
Monserrat (631 m)